quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Pato Fu

Música: Simplicidade - Pato Fu
Livro: Nenhum
Humor: Show!

Oieee!

Gente, eu, minha prima Júlia [entrem em www.juliaminhavidacomvoces.blogspot.com], meu primo Thiago e meu primo Pedro vamos ao show do PATO FU!!
 É hoje, às oito, aqui em João Monlevade!

Se você não sabe quem é Pato Fu, não se preocupe! Porque, quando minha mãe disse "Você vai no show do Pato Fu!" eu também não entendi.

Pato Fu é uma banda brasileira de rock alternativo formada em 1992 da banda Sustados por 1 Gesto, na cidade de Belo Horizonte. Ao lado de bandas como Radiohead, U2 e Portishead, foi considerada pela revista Time uma das dez melhores bandas do mundo fora dos Estados Unidos. Composta atualmente por Fernanda Takai, John Ulhoa, Ricardo Koctus, Xande Tamietti e Lulu Camargo, a banda possui um som que vai do rock alternativo à música experimental, incluindo influências eletrônicas em certas faixas. Entre as músicas que a banda gravou mais famosas estão "Depois", "Made in Japan" e "Ando Meio Desligado" (regravação d'Os Mutantes).

O Pato Fu teve início em 1992, quando Fernanda Takai, até então vocalista da banda Fernanda & 3 Do Povo decidiu formar uma banda com dois amigos de uma loja de guitarras onde ela costumava comprar encordoamentos. Os amigos eram John Ulhoa e Ricardo Koctus. Decidiram se chamar Pato Fu em alusão a uma tira em que o gato Garfield lutava gato-fu. Para não lembrar tanto a história original, trocaram a primeira letra, e ficaram com um nome tão estranho quanto o som que fariam mais tarde. Em outubro de 1992, gravaram sua primeira fita demo, e, no final do ano, começaram a se apresentar em Belo Horizonte. Já no começo de 1993, participaram do show "Rock Brasil", ao lado de bandas como Skank, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho e Titãs.
Em maio de 1993, o Pato Fu terminou de gravar o seu primeiro álbum — Rotomusic de Liquidificapum — no estúdio Ferreti, localizado em Belo Horizonte, atual estúdio Máquina do Haroldo Ferreti (baterista do Skank). Embora o disco não tenha obtido o sucesso esperado, acabou atraindo a BMG, em 1994, durante uma apresentação no Rio de Janeiro. Em meio a outras bandas sem sucesso, o Pato Fu foi escolhido por Maurício Valadares (coordenador do selo Plug da BMG) para assinar um contrato com a gravadora. Algum tempo depois, em 1995, gravaram o segundo CD — Gol de Quem? — em um mês, no estúdio Cia. de Técnicos, também no Rio. Músicas como "Sobre o Tempo" e "Qualquer Bobagem" garantiram o prêmio de revelação no 1º Video Music Awards da MTV Brasil. Pela primeira vez, o Pato Fu tocou nos Estados Unidos e aproveitou para trocar a sua bateria eletrônica por um músico de verdade: Xande Tamietti.
Lançaram o álbum Tem Mas Acabou em 1996. Neste disco se destacaram as faixas: "Pinga", "Capetão" e "Água". Neste ano a banda já flertava a ideia de gravar um disco somente com instrumentos de brinquedo, mas tal projeto só foi ser realizado anos mais tarde.
O álbum Televisão de Cachorro foi lançado em 1998 e a banda ficou muito conhecida com a música e o clipe da faixa "Antes Que Seja Tarde".
No ano seguinte, 1999, chegou as lojas o álbum Isopor que foi considerado um dos 10 melhores discos de rock nacional da história. A música que abre o disco, "Made In Japan", é cantada em japonês por Fernanda que, na época, teve aulas particulares. A música também fez muito sucesso no Japão, assim como o clipe.
Ruído Rosa, o sexto disco da banda foi lançado em 2001. A faixa fantasmagórica "Eu" foi grande sucesso nas rádios e o clipe ganhou prêmios como o VMB daquele ano. A regravação de "Ando Meio Desligado" foi tema da novela 'Um Anjo Caiu Do Céu'.
No mesmo ano, a banda se apresentou para cerca de 250 mil pessoas, abrindo o show de Oasis, Ira!, Ultraje e Guns N' Roses no Rock in Rio III. No ano seguinte, a banda lança o CD e DVD MTV Ao Vivo, show realizado no Museu de Arte da Pampulhaem comemoração aos dez anos da banda. Neste show a banda já conta com o tecladista e pianista Lulu Camargo como músico convidado. O ex-integrante da Karnak logo viria a se tornar o mais novo Pato Fu.
Durante os três anos que se seguiram, os agora cinco integrantes dedicam-se a tarefas pessoais: Fernanda e John tornam-se pais e este ainda trabalha na produção do primeiro álbum da Wonkavision; Tamietti aprofunda-se na black music; Koctus dedica-se à fotografia e à Let's Presley e; Lulu Camargo inicia seu projeto na nova banda.
2005 é o ano de lançamento de Toda Cura Para Todo Mal, que inaugura o selo independente da banda: o Rotomusic. O videoclipe da música "Anormal" venceu no VMB na categoria de melhor direção de arte.
No ano de 2007, lançaram o álbum Daqui pro Futuro que, antes mesmo de ser lançado nas lojas, já era vendido via internet. O álbum rendeu à banda o título de "Melhor de 2007" pela revista Quem.
Em Junho de 2008, o Pato Fu anunciou a saída do tecladista Lulu Camargo. Cerca de oito anos depois de seu ingresso na banda, Lulu resolveu se dedicar a desenvolver projetos pessoais. Em seu lugar entrou Dudu Tsuda, que também se apresenta com a vocalista Fernanda Takai em seus shows solo da turnê Onde Brilhem os Olhos Seus.
Em janeiro de 2009, Lulu Camargo retorna à banda após 6 meses afastado, e Dudu Tsuda deixa a banda para se dedicar aos seus vários projetos pessoais. Fernanda lança seu segundo disco solo em 2009. Entitulado de Luz Negra, o disco ao vivo ganhou prêmios de melhor show e melhor DVD.
Já em agosto de 2010, a banda lança seu álbum mais ousado: o Música de Brinquedo. Como o próprio nome já revela, o disco foi gravado usando somente instrumentos de brinquedo e miniaturas. A filha de Fernanda e John, Nina Takai, empresta sua voz em algumas faixas do disco que, apesar de não ser propriamente para crianças, brinca bastante com a sonoridade infantil. Sendo um disco de regravações de clássicos antigos já foi indicado ao prêmio de Artista do Ano em Música Digital.

Integrantes do Pato Fu: 
Fernanda Takai - voz, violão e guitarra rítmica
John Ulhoa - guitarra solo, violão, programação, voz e cavaquinho
Ricardo Koctus - contra-baixo, voz e pandeiro
Xande Tamietti - bateria e percussão
Lulu Camargo - teclado, piano e acordeão




Ex-Integrantes do Pato Fu:
Dudu Tsuda - teclado


Legal né?


Beijos,
Clarinhaa


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pato_Fu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gente, me mandem um coment aqui embaixo. :D Comentários ofensivos em relação a qualquer assunto serão apagados.

Você também poderá gostar de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que horas são?

Ocorreu um erro neste gadget

Snake

Caçador de post velho